Quem sou eu

Minha foto

Criei esse espaço para dividir, somar e multiplicar as aventuras da maternidade, me tornei mão aos 40 anos, ser mãe é uma das melhores coisas que poderia ter acontecido na minha vida. Mãe, dona de casa, esposa e agora blogueira, seja bem vido(a) ao meu espaço.

Siga por email

Seguidores

Pesquisar este blog

Meu coração mora aqui.

MinhaFlorBela1

Lilypie Fourth Birthday

Selinho

https://plus.google.com/photos/118370895213320549216/ albums/6041220813981463809?banner=pwa

Facebook

Networked Blogs

Eu curto na blogosfera

Tecnologia do Blogger.

Google+ Badge

Total de visualizações de página

Translate

Postagens populares

Arquivo do blog

Visitantes Online

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
terça-feira, 4 de junho de 2013
Depois de um bate-papo com do grupo que participo fiquei pensando nessas famílias de comercial de margarina, detergentes e afins, todos parecem super felizes, casa maravilhosa, famílias perfeitas. E será que você já não se pegou pensando ( como eu gostaria que fosse assim).

Isso é pura ficção, essa não é a realidade, tudo é muito bonitinho mas na vida real ou melhor na maternidade real o buraco é bem mais embaixo. Sei também que existe aquelas que querem ser ou parecer "perfeitas" no melhor estilo Bree Hodge de Desperate Housewives, confesso que acompanhei essa seria por muitas temporadas, é incrível como tem mulheres que querem te vender o perfil de esposa e mãe perfeita e você acaba se sentindo um lixo perto delas, você fica se perguntando: Como eles conseguem? o que estou fazendo de errado? Pronto, prato cheio para uma crise existencial, falo isso por mim mesma que já me senti assim e depois cai na real que tudo isso não passa de uma mascara que muitas colocam p/ esconder algo maior que as torturam. 

Na maternidade real de uma mulher real existe momentos de tristeza e alegrias, nos sentimos cansadas, esgotadas mesmo, mas sentimos prazer em pequenas coisas, aprendemos que por mais que se deseje não conseguimos resolver todos os problemas do mundo, aprendemos que se conseguir resolver os de casa já nos da grande satisfação, achar aquele brinquedinho perdido do filho (a) nos faz a Mulher Maravilha, somos multi uso, funcionais, mãe e esposa Google (busca avançada) hehehehehe.

                                                Imagem: Google


As cobranças sempre vão existir, precisamos aprender a lidar com elas, se é fácil? Muitas vezes não, dependo de onde vem, se são externas ou se são são suas mesmas, as externas você pode simplesmente sorrir e acenar, fazer cara de alface ou de paisagem, agora se as cobranças são suas, ai seria bom vez em quando você dar uma pisada no freio, parar e observar se isso está te fazendo bem ou não. Não há mal algum em chorar, sentir-se cansada, esgotada, fragilizada. Tudo isso faz parte do universo materno, mas também não precisa ser sempre assim. Se você não está conseguindo sair desse círculo vicioso peça ajuda, sim peça ajuda, não tenha medo, no meu caso quando percebo que estou muito repetitiva peço ajuda ao meu marido e corro para o meu terapeuta, você pode pedir ajuda para a pessoa que mais lhe trouxer confiança e segurança.


Desabafo de uma mãe do grupo que participo.


Sentei e chorei... Chorei pela casa bagunçada, pela roupa pra ser lavada, pela lavada que esta pra ser guardada, pelo sol que está lá fora, pelo feriado que meu filho esta em casa aguentando minha correria. Pelas minhas amugas que sumiram desde quando o léo nasceu. Pela reclusão que eu me impus desde quando ele nasceu. Pelo Wood do Toy Story que quer ir pra casa, pelo pacote de bolacha que comi sozinha. Enfim chorei... Ahua,hua,hua,hua,hua... #vidademãe

Desde que os filhos nascem tudo muda, levamos algum tempo para nos adaptarmos a essa nova realidade, durante esse período de adaptação quanto mesnas interferência externa houver melhor, você vai criando a sua própria rotina, parece fácil falando, mas nem sempre sempre é fácil, acho que isso depende de muitos fatores, inclusive o financeiro. A maternidade é multicolorida, uns dias são vários tons de cinza (trocadilho), outros são um verdadeiro arco-íris.

 Se der vontade de gritar... Então grite.
Se der vontade de chorar... Então chore.
Se estiver precisando de colo... Procure uma amiga ou amigo, mães também precisam de colo em alguns momentos.


Este selinho foi de uma Blogagem Coletiva sobre Maternidade Real.

Seja a melhor mãe que você possa ser, simples assim, não tente ser o que não pode, uma hora a casa cai e ai você vai se frustrar com isso (essa imagem eu peguei no Google, se alguém souber o autor me avise).


                                   

E você tem uma família Doriana ou família real? 


Comentários
13 Comentários

13 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Que post legal! Minha família é bem real, temos qualidades e defeitos mas nos amamos muito!
    Bjos
    Tatty

    http://diariomaedeprimeiraviagemtatty.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Lindo Silma
    Mas temos que aprender a lhe dar com a familia
    Filhos, bagunça , marido
    Chorar, gritar faz parte
    No final tudo acaba bem rss
    Bjus
    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. É bem por aí, antes de sermos mãe somos humanas e normalmente com mais falhas do que gostariamos.
    Ter um auxilio profissional de plantão ajuda mesmo!!
    Bjs
    Mari
    #amigacomenta
    http://maricriando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Familia e maternidade real!
    Com altos e baixos como todo mundo!
    Adorei o post.
    Beijos
    Lele
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  6. Silma eu adoro dizer que minha família é de Comercial de Doriana kkkkkkk
    Pois somos tão perfeitos.
    Claro que temos os mesmos problemas de todas as famílias brasileiras mas são tão pequenos.

    Vem contar suas dicas de beleza pra gente.

    http://www.maevaidosa.com/2013/06/amiga-vaidosa-marcella-ruschel-stelle.html

    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  7. Que ótimo post, Silma!
    Minha família tem momentos comercial de margarina, tem momentos de pernas pro ar. Nos cobramos tanto, queremos ser perfeitas e acabamos nos estressando ainda mais.

    bjs

    @maedigital

    ResponderExcluir
  8. Muito legal seu post, Silma! É isso mesmo, somos reais e imperfeitas, vira e mexe e surto, choro e desabafo, além de tudo que temos q fazer ainda tem os hormonios pra agravar rs.. Adorei o buscador Manheee rs
    #amigacomenta
    beijo querida

    ResponderExcluir
  9. Oi Silma, famílias de comercialnão existem em tempo integral. Podemos sim, e precisamos, ter muito momentos felizes em família e estes podem acontecer até com a casa bagunçada. Mas também temos muitos momentos de família de filme de terror e precisamos saber com as frustrações e com a sobrecarga que muitas vezes nós mesmas nos impomos. Saber respeitar os nossos limites é muito importante. Também já sentei e choerei várias vezes, já tive vontade de sumir várias vezes, mas o importante é desabafar, desaber e depois levantar novamente. Ótimo o seu texto.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  10. Lindo e verdadeiro. Uma família doriana, no fim, seria um saco. Vamos viver não só uma maternidade, mas uma vida real!
    Bjs
    Diana
    #amigacomenta
    www.inventare.com.br

    ResponderExcluir
  11. Silma adorei este post ele mostra nossas desaventuras na vida real,e é a maternidade, a família, em si,requer muito de nós, mulheres é importante sim,tentar manter o eixo .Lembrando que somos guerreiras, mas ao mesmo tempo,frágeis.
    Minha família,as vezes até parece com a Doriana,mas na verdade,ela é real!! bjosss minha querida.!!
    #amigacomenta
    #recantocomenta

    ResponderExcluir
  12. Bom dia
    Você está no TOP FIVE no Blog Recanto das Mamães Blogueiras.
    Parabéns !!!
    Continue produzindo bons textos que nós estamos de Olhos.
    Bjks
    Andréia e Equipe Recanto

    http://www.recantodasmamaesblogueiras.com/2013/06/top-five.html

    ResponderExcluir
  13. Silma,
    Esse post resume tudo o que tenho vivido.
    Fiquei quase um ano sem postar no meu blog, por conta exatamente de não conseguir dar conta de uma gravidez, um menino de 5 anos, marido, casa, pós-graduação, plantões, aff!
    Mas enfim, acho que agora estou conseguindo retomar. e a prova disso é estar escrevendo um comentário!
    Espero sua visita.
    Um abraço.
    http://festascriativasbyalinegago.blogspot.com
    http://bibliotecamirim.blogspot.com
    #recantocomenta

    ResponderExcluir

Olá, não esqueça de deixar o seu comentário. Obrigada pala visita... Bjs