Quem sou eu

Minha foto

Criei esse espaço para dividir, somar e multiplicar as aventuras da maternidade, me tornei mão aos 40 anos, ser mãe é uma das melhores coisas que poderia ter acontecido na minha vida. Mãe, dona de casa, esposa e agora blogueira, seja bem vido(a) ao meu espaço.

Siga por email

Seguidores

Pesquisar este blog

Meu coração mora aqui.

MinhaFlorBela1

Lilypie Fourth Birthday

Selinho

https://plus.google.com/photos/118370895213320549216/ albums/6041220813981463809?banner=pwa

Facebook

Networked Blogs

Eu curto na blogosfera

Tecnologia do Blogger.

Google+ Badge

Total de visualizações de página

Translate

Postagens populares

Arquivo do blog

Visitantes Online

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
segunda-feira, 23 de setembro de 2013
Mais uma enchente para história de Blumenau e várias cidades de Santa Catarina, essa é a terceira que presencio. Nada se compara com a catástrofe de 2008, já falei Mães Guerreiras. Mas tira a gente do chão, nos faz ver o quão somos frágeis diante da “MÃE NATUREZA”.

O homem faz o que quer, acha que pode abusar da natureza, ai ela vem com toda a sua força, seu poder e mostra que ela pode até tentar, mas quem dá a palavra final é ela.
Não é fácil ver família perdendo tudo, mães com seus filhos sem um teto, uma cama quentinha, sem roupas e comida. Graças que nessa hora surgem anjos, anjos de várias formas, os anônimos que aparecem para ajudar. Surgem os aproveitadores também, mas esse não vale nem a pena perder saliva, ou melhor, letras com eles.

Hoje chorei um monte, demorei a escrever esse post, fico muito tocada com essas cenas.

O que eu vejo desde que vim morar aqui é que todos vão aprendendo a lidar o inevitável, ainda tem os que zombam quando vem o alerta de que há riscos de enchente, muitos que já sofreram com ela se preparam, outros ficam no vou pagar pra ver, as pessoas vão ao mercado para abastecer a casa (vira uma loucura), quando o rio começa atingir nível de perigo, famílias começam a retirar suas coisas, as lojas do centro (as que ficam na parte mais baixa) tiram tudo. A cidade vira um caos.

Sei que o poder público pode fazer obras que amenizem o impacto das enchentes, mas eles podem acabar com elas. Isso é impossível, mesmo tendo quem ache que eles podem. Até poderiam se fossem amigos íntimos de São Pedro, então poderiam de repente solicitar que mandassem mais água para o Nordeste e menos aqui para Sul.

Uma coisa que um dia a leda Nagle falou e eu concordo, a força da natureza muitas vezes é democrática, aqui no Sul isso é bem verdade, não são só as famílias mais pobres ou classe média que são atingidas pela força das águas, a diferença é que os mais ricos não ficam em abrigos e se refazem mais rapidamente.

Vale ressaltar que quando os colonizadores aqui chegaram perceberam que os índios viviam longe do rio, pois os mesmo diziam que o rio era o dono da terra (respeito a natureza), não acreditando nisso e achando ser melhor para escoar os produtos e a chegada de novos colonos, ergueu-se a cidade as margens do rio. 

Nessa tabela é possível ver que as enchentes fazem parte da história de Blumenau. 

Não fomos atingidos diretamente, mas de um jeito ou de outro toda a cidade acaba sofrendo. Desde que vim morar aqui sempre morei em lugares altos, hoje quando se vai comprar uma casa aqui em Blumenau tem que se pesquisar duas coisas importantes, se pega água e se tem risco de desmoronamento, mais da metade da cidade está em área de solo frágil. Isso inclui as áreas mais nobres da cidade.

O que fazer em caso de enchentes? 
- Evite pisar na água sem proteção.
- Vela e fósforo por perto, pois pode haver corte de energia.
- Guarde seus documentos dentro de sacos plástico.
- Peça ajuda, mas jamais enfrente correntezas, não arrisque a sua vida e de seus familiares.
Em caso de ter criança pequena.
- Separe em uma sacola tudo o que você pode precisar: Remédios, fraldas, roupas e afins.
- Guarde roupas e pertences em sacos plásticos e coloque na parte mais alta da casa (assim você evita maiores perdas).

Aqui nesse site tem mais dicas do que fazer em caso de enchente.
http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI1274389-EI306,00-Saiba+como+agir+em+caso+de+enchente.html


Blumenau e toda a região mais uma vez vão reerguer-se. Sabendo que pode repetir-se mas não deixar-se abater, gente forte e guerreira.  Aos poucos a cidade vai voltando ao ritmo, esse não uma das maiores, já tivemos piores. Então vamos lá que a vida segue e quem anda para trás é caranguejo.

#HeyBlumenaueuamovocê                     #forçaBlumenau







Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. Realmente é muito triste Sil! O que me conforta nesses momentos e arregaçar as mangas e ajudar quem está precisando!
    Beijo
    Débora Araújo
    #amigacomenta
    @personalbebe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o que tenho feito unto com um grupo aqui de Blumenau.
      Bjs

      Excluir
  2. Me dá um aperto no coração ver essas enchentes, muito triste ne #forçablumenau! beijo Sil

    ResponderExcluir
  3. Muito triste esse situação...
    O homem mexe tanto na natureza e ela responde com essas situações...
    força!
    beijos
    Lele
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  4. Oi Silma, eu imagino comoseja triste essa situação. Ei me lembro bem das marcas das águas nos muros das casas quando estive em Blumenau.
    Saudades de você.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Olá, não esqueça de deixar o seu comentário. Obrigada pala visita... Bjs